Américas · Canadá · Quebec

Roteiro de 2 dias em Quebec: La Citadelle, Chateau Frontenac, Old Quebec

Quebec foi a primeira cidade francesa das Américas e foi disputada arduamente por ingleses e franceses. Mesmo com a dominação inglesa, eles não conseguiram impor sua cultura e a língua oficial até hoje é o francês e eles tem orgulho disso. Foi uma das mais importantes da época colonial e mantém até hoje sua antiga muralha.

A cidade é bem compacta e fácil de ser explorada a pé. Nosso hotel ficava ao lado do Chateau Frontenac, cartão postal da cidade. Ele foi construído em 1893 pela Canadian Pacific Railway com o objetivo de trazer mais turistas para a região e por consequência mais passageiros para o trem. Ele tem mais de 650 quartos e no último andar abriga um observatório da cidade.

Hospedar-se por lá não é impossível não. As diárias estão por volta de R$400 e ele tem pacotes especiais para o Ano Novo também. Mas se não estiver hospedado, o hotel é aberto à visitação e inclusive tem várias lojas e um Starbucks.

Em frente fica a Place Royale e o antigo porto da cidade que é um charme e uma volta ao passado.

Bem ao lado do hotel há uma promenade suspensa com vista para o Rio São Lourenço.

Essa é a cidade alta, onde fica a maior parte da cidade histórica e no inverno é construída uma pista para trenós que são alguma ados e são a maior diversão!

A partir dessa plataforma é possível tomar o funicular que leva para a cidade baixa.

Na parte baixa seguimos pela rua Petit Champlain e Rue Sus le Fort onde começa a parte “fofa” da cidade.

Essa área se chama Quatier Petit Champlain e sua característica principal é o seu estilo de “vila”, com casinhas charmosas, ruas estreitas e de pedra.

É uma das áreas mais turísticas da cidade, portranto nao faltam lojinhas, botiques, confeitarias e restaurantes. Caminahndo pela Rua Saint-Louis que depois vira a avenida Grand Allee, a principal da cidade está a Citadelle que é parte da Fortaleza da cidade, designado patrimônio mundial em 1985. Os canhões fazem parte da defesa da cidade e a vista lá de cima é igualmente bela.

Continuando na mesma rua, agora avenida Grand Allee, vem o Champs-de-Bataille, nas Plaines d’Abraham, onde está o Musée national des beaux-arts du Québec. A área é histórica e abrigou uma batalha de mesmo nome. Nas Plaines d’Abraham há um rink de patinação que fica lotado nos finais de semana.

O BattleFields Park, fica no mesmo local, e nessa época do ano oferece muitas atividades e esportes de inverno como patinação, snowshoeing, skiing e cross-country skiing no Jardim de Joana d’Arc que no verão é extremamente florido.

Caminhamos até a Rue Saint-Jean onde fica o Saint-Jean Gate que é a entrada da cidade murada ou Cidade Antiga e dá para ver direitinho ao longo da muralha.

Mais a frente fica a Place de l’Assemblée-Nationale, o Hotel du Parlement e a Fontaine de Tourny onde entre final de janeiro e início de fevereiro acontece o Carnaval de Quebec.