Américas · Estados Unidos · Orlando

Orlando: Dicas e Roteiro do Parque Hollywood Studios

O Hollywood Studios é um parque pequeno em comparação com os outros, mas no geral acho que tem até mais atrações interessante e mais adultas. Os programas do Disney Channel ainda são gravados aqui.

Esse foi o único dia de chuvas que pegamos em Orlando o que atrapalhou um pouco, mas apesar das filas, elas não estavam tão grandes como nos outros parques e andavam relativamente rápido.

A primeira coisa que fizemos, e recomendo, é verificar o tempo de fila da Rock ‘ n’ Roller Coaster (a montanha russa do Aerosmith) e da Torre do Terror. Nós pegamos um Fastpass para a montanha russa e entramos na fila da Torre do Terror que era mais curta.

 

Como explorar o parque:

– Rock’n Roller Coaster Starring Aerosmith: É uma das melhores montanhas russas na minha opinião. É no escuro e com som altíssimo do Aerosmith. Muito legal!

– The Twilight Zone Tower of Terror: A torre do terror é uma espécie de elevador gigante de um hotel mal assombrado que abre em andares macabros e depois cai de lá de cima! Mas é tranquilo e não dá muito medo, não.

The Great Movie Rider: Depois da montanha o ideal é dar uma passada no The Great Movie Ride que é bem legal para quem gosta de filmes. Trata-se de um tremzinho que vai passando por vários estúdios de filmes famosos. Demais!

Para a hora do almoço, pesquisei bastante os restaurante e reservei o que achei mais legal do parque, o Sci-Fi Dine-In Theatre Restaurant que é uma réplica de um drive in americano e que serve comida típica americana também.

– Beauty and the Beast live on stage: Nós não conseguimos ir porque saimos mais cedo do parque para ir ao Outlet, mas o show é super recomendado e tem em mais de um horário. Basta pegar o guia de horários na entrada do parque, tem logo depois do almoço.

– Indiana Jones Epic Stunt Spectacular!: Também não conseguimos assistir esse show, mas estava na nossa lista e dizem ser muito divertido.

Na saída do show, em uma barraquinha ao lado, é vendido o famoso Funnel Cake com calda de morango.

– Streets of America: As ruas de Nova York, São Francisco e Chicago são recriadas aqui em cenários de filmes.

– Toy Story Mania: é sim a maior fila do parque e uma das maiores da Disney, mas vale a pena.

– Lights, Motors, Action! Extreme Stunt Show: essa é uma das atrações mais famosas do parque e conta como funcionam as cenas dos carros e dos dublês nos filmes.

– The Osborne Family Spectacle of Dancing Lights – é específico da época de Natal e é um show de luzes ao som de músicas natalinas.

– Fantasmic – E por último, a cereja do bolo é o show Fantasmic que é o show de Fogos de Artifício do Parque.

 

Uma dica para o jantar é reservar pelo site o Fantasmic! Dining Package AQUI em que você escolher entre 3 restaurantes do parque para jantar e ganha um assento VIP para assistir à queima de fogos, no mesmo esquema que fizemos no Epcot.

 

Américas · Estados Unidos · Orlando

Orlando: 10 Dicas para aproveitar ao máximo os Parques da Disney

Escrevi abaixo algumas dicas que usei no meu planejamento e que são dicas para aproveitar ao máximo os Parques da Disney. Nunca é possível ver tudo, mas é possível ver o que é imperdível. Para isso:

1. Defina quais parques deseja conhecer

Há uma infinidade de parques/ atrações em Orlando:

– Parques da Disney: Magic Kingdom, Epcot Center, Hollywood Studios, Animal Kingdom.

– Parques Aquáticos: Disney’s Blizzard Beach, Typhoon Lagoon, Discovery Cove, Aquática, Wet’n WildSea World

– Parques da Universal: Universal Studios e Islands of Adventure.

– Parques na Flórida: Legoland (Polk County), Bush Gardens (Tampa), Kennedy Space Center, Fun Spot Attraction (Kissimee)

– Entretenimento: Downtown Disney e Universal City Walk (Restaurantes, lojas temáticas e jogos)

– Jantar com Show: Medieval Times Dinner & Tournement, Pirates Dinner Adventure, Arabian Nights Dinner Attractions

– Bares: Hard Rock Live na City Walk, House of Blues em Downtown Disney  e Icebar na International Drive.

2. Compre os ingressos do parque com antecedência

Definido o roteiro da viagem e os parques que deseja visitar, compre os ingressos com antecedência, ainda no Brasil. Nós compramos online pela Decolar. com. Imprimimos o voucher (comprovante) em casa e trocamos na bilheteria de entrada do primeiro parque que visitamos por um cartão magnético válido para todos os parques por 7 dias (de acordo com o que escolhemos na hora da compra).

Se quiser já ter o ingresso magnético em mãos para linká-lo à sua Magic Bando, como explico abaixo, compre em uma agência de viuagens. Minhas amigas compraram em uma CVC.

 

3. Planejamento para focar nas principais atrações

A dica número 1 para aproveitar muito bem os parques é planejamento. Pesquise sobre o parque na Internet, baixe o mapa e identifique as atrações que te mais interesse.

Nos roteiros dos parques indiqueis quais são as atrações imperdíveis do Magic Kingdom, Epcot Center, Hollywood Studios, Downtown Disney e Parques da Universal, principalmente se você for viajar em alta temporada.

Verifique os horários dos shows e paradas e programa-se para assistir os que tiver interesse. Pegue sempre um mapa na entrada do parque (tem em Português) para não perder tempo dando voltas.

Shows e Paradas Imperdíveis na Disney:

– Magic Kingdom:

Shows – Wishes Nighttime Spetacular (com queima de fogos) e Move it! Shake it! Celebrate it! (em frente ao Castelo da Cinderella).

Paradas – Main Street Electrical Parade, Mickey’s Once Upon a Christmas Parade (só na época de Natal)

– Epcot Center:

Show – Illuminations – Reflections of the Earth (com queima de fogos)

– Hollywood Studios:

Shows – Beauty and the Beast – Live on Stage, Fantasmic (com queima de fogos) e The Osborne Spectacles of Dancing Lights (só na época de Natal)

– Animal Kingdom:

Show – Finding Nemo

 

4. Faça reserva com antecedência dos Restaurantes

Se você faz questão de almoçar/ jantar em algum restaurante do Parque ou Downrown Disney, faça reserva com antecedência pelo site da Disney. As reservas abrem com seis meses de antecedência, leia como reservar aqui.

4. Faça um plano de Refeições Disney e não gaste além

São interessantes para quem quer conhecer os restaurantes dos Parques e/ ou dos Hoteis e pagar menos do que o pagamento avulso. Você compra 3 refeições por dia por pessoa, no valor do plano que você escolher e vai “gastando” com a pulseira. Mais informações aqui.

 

6. Compre ingressos dos Shows com antecedência

Pesquise os shows, jogos e eventos que gostaria de participar durante sua viagem e compre tudo com antecedência. Nós compramos o show La Nouba do Cirque du Soleil,  ingressos para o jogo de basquete do Orlando Magic e Icebar.

7. Use a Magic Band e deixe tudo mais prático

A MagicBand é uma porta de acesso ao MyMagic+, o sistema digital que integra diferentes serviços da Disney. Trata-se de uma pulseira plástica com um chip que consegue te identificar dentro dos parques, das lojas e hotéis e substitui o ingresso magnético, além de algumas experiências personalizadas como fastpass e memory maker.

– Entrada no parque: Basta encostar o Mickey em alto relevo no sensor da catraca para acessar o complexo. Você pode entrar no parque com o ingresso magnético ou com a Magic Band. O ingresso é vinculado à pulseira e vai sendo descontado conforme você vai usando.

– Chave do quarto: Se você estiver hospedado em algum dos hotéis do complexo Disney ela também servirá para abrir o quarto e não haverá mais cartão magnético.

– Fastpass+: Na entrada das atrações há um sensor que identificará o seu Fastpass agendado e o funcionário te deixará entrar pela fila mais curta.

– Memory Maker:o memory maker é um serviço de fotógrafos que tiram fotos de você e da sua família pelo parque, em locais específicos como em frente ao castelo da Cinderella, cumprimentando personagens, em restuarnates etc. Todas as fotos ficam disponíveis para download online. Esse pacote de fotos da Disney que pode ser comprado pela Internet e “linkado” com a pulseira.

Compras e refeições: se estiver hospedado em um dos hotéis do complexo, você também pode vincular um cartão de crédito a sua MagicBand para usar durante o dia nas lojas e restaurantes. Além disso, se você estiver hospedado em um hotel da Disney, a loja entrega todas as compras no seu quarto.

Durante o check in você cadastra uma senha à MagicBand que será digitada em uma maquininha toda vez que você fizer uma compra ou pagar a conta de um restaurante.

 

– Onde comprar a Magic Band?

Online

Se você se hospedar em um hotel da Disney você ganhará a Magic Band e pode linkar tudo no site já no seu hotel.

Caso contrário, você terá que comprá-la online e linká-la ao seu ingresso no site da Disney.

Para comprar o ingresso e tê-lo em mãos você precisa comprá-lo em uma agência de viagens. Minhas amigas compraram na CVC. O voucher não pode ser linkado à pulseira online, só no parque. Tudo isso deve ser feito com pelo menos 1 mês de antecedência:

1. Entre ou cadastre-se no site da Disney AQUI

2. Linke seu ingresso à sua conta no site da Disney AQUI

 

3. Compre a magic band online

4. Linke tudo o que já comprou no site da Disney à pulseira: as reservas de restaurantes, o hotel, o ingresso, o dining plan, o memory maker etc.

Tudo DEVE ser acessado/ feito pelo Site/ App do My Disney Experinece. A vantagem é ter tudo reunido na pulseira e não precisar ficar carregando trocentos vouchers pelos parques. E ela pode ser recarregada na próxima viagem.

Na Disney:

Se você estiver hospedado em um hotel da Disney, eles te darão a pulseira no check in. Você então acessa o site e linka tudo à ela conforme o passo a passo acima.

Para quem se hospedar fora do complexo Disney, basta ir a um dos postos em Downtown Disney e pagar uma taxa de $13,80 para adquirí-la. Não esqueça que você NÃO pode “carregar” sua pulseira com um voucher, somente com o ingresso magnético.

Se você tiver um voucher, em Downtown Disney mesmo, troque-o pelo ingresso magnético no “Guest Relations”e depois vá para a “Pin Traders” que fica em frente e compre sua pulseira. Todos devem estar presentes com seus tickets para adquirir a pulseira.

 

8. Agende o Fastpass+ com atecedência

O Fastpass é um serviço gratuito da Disney, que está incluído na compra do ingresso do parque, em que você pode reservar o acesso a certas atrações e encontro com personagens com antecedência e pular as filas.

Das atrações que você quer ir, identifique as que mais tem fila e faça a reserva do Fastpass no site da Disney ou no App. No site ou App você reserva, modifica ou cancela suas reservas, mas para isso você já precisa estar com o bilhete em mãos.

O Fastpass pode ser usado em até 3 brinquedos por parque. Nos roteiros dos parques, dou a dica de quais brinquedos usar o Fastpass.

Se você não manja de Internet pode fazer essa “reserva” nos quiosques de Fastpass dentro dos parques (se houver horário disponível), mas só para aquele parque, naquele dia. A localização dos quiosques está indicada no mapa do parque.

Outra dica é que caso você chegue ao parque e a fila de alguma atração que você reservou Fastpass esteja curta você pode trocar o agendamento pelo App. Não esqueça que os parques tem Wifi grátis.

 

Já no Parque:

9. Use a Opção “Single Riders”

É uma opção para quem não liga de ir sozinho nas atrações, separado dos amigos/ família. Sabe quando falta uma pessoa para completar o brinquedo? Então, aí o Single Rider é chamado. A fila geralmente é menor e anda mais rápido.

 

10. Use as “Extra Magic Hours”

Se você está hospedado em um hotel da Disney há uma programação AQUI com as ‘extra magic hours’ (geralmente 2 horas antes do parque abrir ou do parque fechar) em que você pode aproveitar os brinquedos sem a multidão de turistas.

Américas · Estados Unidos · Orlando

Orlando | Café da Manhã com as Princesas na Disney

O ‘Once Upon a Time Breakfast” ou ‘Era uma vez um café da manhã” é o Café da Manhã com as Princesas Disney no Magic Kingdom e que faz parte dos sonhos de toda menina (criança e algumas adultas!), pois acontece dentro do Castelo da Cinderela.

Disney

Mais especificamente no restaurante do Castelo, o Cinderella Royal Table, o mais concorrido da Disney.

Disney

A reserva para o café da manhã é disputadíssima e pode ser feita online com até 180 dias de antecedência.

Há também a possibilidade de agendar almoço ou jantar também. Para o jantar tente agendar perto do horário da queima de fogos (Once Upon a Time Dinner) para que você possa assistir das janelas do castelo. Deve ser incrível! Nós optamos pelo café da manhã.

Disney

Recomendo fazer no primeiro dia em que a reserva é liberada, pois o evento é tão concorrido que é a única reserva pré-paga da Disney.

Assim que chegamos fomos ‘anunciados’ pelos ‘serviçais’ do castelo e chamados para a foto com a Cinderela no saguão do Castelo.

Disney

Em seguidas fomos direcionados para o restaurante do castelo, que é lindo, com um clima medieval autêntico e ganhamos uma mesa na janela com vista para todo o parque lá de cima.

Disney

Disney

Recebemos o cardápio, que contém várias 2 opções de café: o continental e o americano com torradas francesas, crepes, doces e tudo o mais que a realeza tem direito ;).

Disney

Disney

A comida é bem caprichada e deliciosa e enquanto você desfruta do café você vai recebendo aos poucos a visita de todas as princesas que param na sua mesa para conversar (em Inglês) e para tirar fotos.

Disney

Disney

Disney

No final da refeição a garçonete certifica-se de que todas as 6 princesas passaram pela sua mesa e a ‘menina’ recebe uma varinha mágica e o ‘menino’ uma espada.

Disney

Além disso, lembra aquela foto com a Cinderela que tiramos na entrada? Eles emolduram e te entregam uma foto grande e mais 4 fotos 5×8.

Refeição, diversão e serviço excelentes!

Cinderella Royal Table

Américas · Estados Unidos · Orlando

Roteiro e Dicas para Planejar a sua Viagem à Disney

Passamos 7 dias em Orlando e nos programamos para visitar os seguintes parques:

23/12 – Chegada + Aluguel Carro + Almoço Angus Steak House + Outlet

24/12 – Epcot Center + Ceia de Natal do “Le Chef de France” + Show Candle Light Ceremony (Epcot)

25/12 – Magic Kingdom + Café da Manhã com Princesas no Cinderella Royal Table (Castelo da Cinderela)

26/12 – Hollywood Studios + Mall at Millenia + Best Buy

27/12 – Outlet + Downtown Disney + Cirque du Soleil “La Nouba”

28/12 – Universal Studios/ Islands of Adventure + Outlet

29/12 – Animal Kingdom + Outlet  (Desistimos de ir no Animal Kingdom e fomos só no Outlet)

A programação foi intensa e bem cansativa. O ideal é reservar 10 dias para visitar o 4 parques da Disney e os 2 da Universal para conseguir alternar um dia de parque com um dia de descanso no hotel porque anda-se muito nos parques.

Nós andávamos cerca de 14 horas por dia de um brinquedo para o outro. Nó último dia estávamos esgotados e acamos desistindo do Animal Kingdom.

– Reservas Site Disney

Nosso planejamento foi feito com exatamente 6 meses de antecedência que é quando o site da Disney libera reserva para os restaurantes e eventos.

Como íamos em período de Natal a reserva era fundamental e no primeiro dia de abertura da reserva à noite já reservei o Café da manhã com as princesas no Cinderella Royal Table no Magic Kingdom.

Para a noite de Natal reservei a  Ceia de Natal no “Le Chefs de France” no Epcot Center, mas mesmo assim já não havia vagas para o horário que queríamos, então tivemos que jantar mais cedo e para o Show Candle Light Ceremony.

– Ingressos

Para os parques da Disney achei uma super promoção e comprei pela decolar.com, veja aqui,  e paguei 4 dias e levei 6. O ingresso da Disney é válido para os quatro principais parques: Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios e Animal Kingdom e cabe a você decidir a quantidade de dias que você vai precisar para ir nos parques. Você pode comprar com a validade de 4, 6, 8 ou 14 dias e o valor por dia vai ficando menor.

O ingresso é acionado no primeiro dia de uso e ‘vence’ quando acabar o período que você comprou. Você pode ir nos parques quantas vezes quiser dentro desse período, pode repetir, ir em todos, ir em um só todos os dias, fazer do jeito que você quiser, só não pode ir em dois parques diferentes no mesmo dia. Para isso você precisa pagar um pouquinho mais por cada ingresso e compar o ‘Park Hoopers’ que permite essa opção.

 

– Transporte

Para nós requisito número 1 era alugar um carro para andar na cidade. Orlando é a típica cidade americana, com ruas (que na verdade são rodovias) largas e pouco lugar para pedestres.

Se você está hospedado em um dos hoteis da Disney, eles oferecem transporte do aeroporto para o hotel e vice versa, para os 4 principais parques da Disney e para Disney Downtown que é uma área de entretenimento onde há vários restaurantes, lojas e o Circo du Soleil. Para os parques da Universal e para os outros parques não há transporte. Os hoteis da Universal também oferecem transporte para os seus dois parques.

E a maioria dos outros hotéis, fora da Disney, oferecem transporte para os parques. Verifique essa opção quando for reservar e não for alugar carro.

 

– Aluguel de Carro

E alugar carro nos EUA é muito, mas muito mais barato que no Brasil. Alugamos nosso carro no economybookings.com através da indicação de um amigo meu e que foi um achado: Aluguel super barato e carros ótimos. Alugamos um Mustang Conversível ultimo modelo por 7 dias pelo preço de um carro econômico no Brasil. Minha amiga alugou pelo dólar.com nas mesmas condições.

Ao chegar ao aeroporto de Orlando é só seguir a plaquinha que indica ‘locadoras de veículos’ Assim que chegar no local há placas com o nome de todas as locadoras, assim que achar a sua, a nossa foi a Fox (muito boa), há a indicação da fila que você deve ficar para pegar o fretado até a locadora. Ela fica a uns 20 minutos do aeroporto.

Chegando lá, bastou mostrar o papel da reserva e a carteira de motorista + passaporte e na volta não precisa devolver com tanque cheio!!!

 

– Abastecendo o carro

Para abastecer, os postos de gasolina são ‘self service’, mas basta você estacionar em frente a uma bomba, ir até a ‘loja de conveniências’, dizer o número da bomba e quantos US$ quer colocar de combustível. A bomba é liberada e você abastece.

Quem mora lá consegue pagar com o cartão de crédito direto na bomba, mas nossos cartões tupiniquins não foram aceitos na bomba.

 

– Pedágios

Orlando é uma cidade de rodovias e por consequência cheia de pedágios. Quando estiver em frente às cabines de pedágio há uma faixa ‘livre’ à direita. NÃO passe por ali ou você vai ser multado e terá que pagá-la assim que devolver o carro à locadora ou, pior, será descontado de surpresa do seu cartão de crédito depois de chegar no Brasil. Aconteceu com um amigo nosso.

Não há ninguém para receber o dinheiro então ele deve ser colocado (em moedas) numa espécie de ‘slot machine’ que assim que identifica a quantia certa libera a sua passagem. Coloque a quantidade exata, pois não há troco.

 

Wallmart é barato mesmo?

É! E além de muito barato, tudo é vendido em embalagens de 1kg ou 1l. Mas cuidado que de barato em barato na hora de fechar a conta vem o susto.

 

Hotel

Os parques da Disney não ficam no centro de Orlando, mas em outro município chamado Kissimee. A área de hospedagem mais próxima é Lake Buena Vista, que é onde ficamos, bem calma, com muitos restaurantes e bem arborizada.

No meio do caminho entre os parques da Disney e os da Universal fica a International Drive bem mais agitada (para os padrões de Orlando, para quem mora em SP ainda é bem pacato), cheia de baladas, restaurantes e hotéis.

Ficamos no Extended Stay Deluxe Lake Buena Vista com preço ótimo e serviço muito bom. Quartos enormes com antisala e cozinha, café da manhã bem gostoso e completo, estacionamento bem grande, piscina e área para churrasco com churrasqueira.

 

Américas · Estados Unidos · Orlando

Orlando: Package: Candlelight Processional + Chef de France + Queima de Fogos VIP no Epcot Center

Era véspera de Natal e estava muito anciosa, pois havíamos reservado o restaurante ‘Chefs de France’ para a Ceia de Natal + Candlelight Processional no Epcot Center. Esse é um pacote bem legal que só é oferecido no período de Natal. Dá para reservar no site da Disney – Candle Light Processional Dining Package – onde você seleciona um restaurante da Disney, o horário da refeição e o site já define qual o melhor horário para você assistir o show calculando o tempo médio gasto em uma refeição. O almoço ou jantar deve acontecer antes do show.

Para fazer a reserva pelo site clique aqui e siga o passo a passo:

1) Selecione o restaurante, a data, o horário e o número de pessoas:

2) Para prosseguir com a reserva o site pedirá para você fazer login, caso já tenha cadastro, ou para cadastrar-se caso seja seu primeiro acesso

3) A tela seguinte indica o restaurante e o horário da refeição escolhido e já indica o horário do show para o qual seu assento será reservado

4) As reservas devem ser sempre asseguradas com um cartão de crédito, mas nenhum valor é cobrado. Somente no caso da reserva no restaurante das princesas, o Cinderella Royal Table, é que o valor já é cobrado antecipadamente, pois é muito requisitado.

5) No último passo você revisa e confirma a reserva. Imprima a confirmação da reserva e apresente no restaurante no dia.

O valor dos restaurantes varia de US$15 a US$80 por pessoa. Aqui dá pra ter uma ideia dos valores de cada restaurante do Epcot que dá direito à assistir o show – não são todos! Você também pode reservar só o restaurante, sem o show aqui.

Nós escolhemos o “Chefs de France” porque era noite de Natal e queríamos uma experiência especial. Li vários reviews antes de fazer a reserva e todas o recomendavam como o melhor restaurante da Disney dentro do Epcot. Além disso quando vi que o chef Remy (Ratatouile) ía de mesa em mesa dentro de uma bandeja conversar com os guests não tive dúvida: é esse!

O restaurante realmente é incrível e o serviço é impecável. Assim que chegamos o hostess anotou nosso nome e não tivemos tempo de esperar que já fomos chamados. Nos deram uma mesa ótima, ao lado do janelão de vidro que nos dava vista à todo o pavilhão da França e ao lago.

O garcon que nos atendeu era muito atencioso sempre nos recomendando o melhor prato. Começamos com escargot ao pesto de manjericão e camarões que estavam macios e o sabor delicioso.Em seguida fui de magré de pato e steak e de sobremesa profiterole e creme brulee. Como era Natal pedimos logo um champagne para brindar mos tudo de bom que temos em nossa vida.

No final do jantar nos entregaram um adesivo que deve ser colado na roupa e dá direito à entrada e assento no Candlelight ceremony. Fomos em direção ao pavilhão japônes onde aconteceria o espetáculo que é muito bonito.

A Candlelight Ceremony significa o ato de acender uma vela para pedir algo para outra pessoa. O show é uma apresentação de orquestra, com coro, acendimento de velas e luzes alternado com mensagens de Natal de algum artista famoso como Opra, Sigourney Weaver e no dia que fomos estava o ator Gary Sinise (Apollo 13 e Forest Gump). Como tudo na Disney hiper organizado, bem produzido e lindo.

Aliás ficamos impressionados com a organização que existe na Disney, desde os trenzinhos que levam os turistas do estacionamento aos parques até o atendimento impecável feito pelos instrutores do parque. É notório o porque do enorme sucesso e fama do lugar.

Ah, o Candle Light Package também dá acesso a uma área exclusiva para assistir a queima de fogos bem à beira da lagoa.