Italia · Verona

Roteiro de 1 dia em Verona (bate e volta de Veneza)

Pegamos um trem de Veneza até Verona o que nos tomou cerca de 1 hora. A melhor estação de Verona é a ‘Verona Puerta Nuova’, pois é a mais próxima dos pontos turísticos. Verona é a uma das cidades mais famosas da Itália, eternizada por William Shakespeare através do romance de Romeo e Giulieta e do mais recente filme ‘Cartas para Giulieta’ de Franco Zeferelli. É também, depois de Roma, a cidade com o maior número de ruínas romanas.

É uma cidade linda e compacta e é possível conhcê-la toda a pé. Da estação de trem é possível caminhar até a Praça Bra (levar cerca de 10 minutos) ou pegar um táxi que te deixará nos portões da praça, contruídos em 1480.

Piazza Bra

Considero a Praça Bra como o ponto de partida para explorar a cidade e é onde se concentra toda a ‘vida social’ da cidade, com diversos cafés, restaurantes e ‘pocket shows’. A maioria dos restaurantes oferece vista para a Arena.

Arena di Verona

Chegamos bem cedo, por volta das 7, e a cidade ainda estava meio vazia. Fomos direto para a Praça Bra onde fica a Arena di Verona e aproveitamos para tirar milhares de fotos sem ninguém na frente. A Arena é um coliseu onde hoje acontecem diversos shows e, na época de verão, a temporada de Ópera de Verona.

É o terceiro maior anfiteatro da Itália e tem capacidade para 25 mil pessoas. Além disso logo atrás estão várias casas coloridas em tonalidades que se alternam entre o ocre, o laranja e o amarelo e que datam do século XIX. É uma delícia passar um tempo ali, o clima da praça é muito gostoso e apesar dos -3ºC não queríamos sair dali.

Paramos então para uma ciocolata no Café Vero (não deixem de provar, parece chocolate derretido).

O Café Vero fica bem em frente à Arena de Verona e as casinha coloridas que a rodeiam. É a desculpa ideal para ficar ali admirando-as um pouquinho mais.

Seguimos então para a Piazza delle Erbe que é uma das mais antigas de Verona. A praça é bem bonita e lá estão os quatro principais palácios da cidade e a Fontana de Madonna Verona. No dia que chegamos havia uma feirinha de artesanatos e já aproveitamos para comprar os imãs e enfeites de Natal que compramos em todas as viagens.

Piazza delle Erbe

Também aí está o Arco della Costa que dá acesso à Piazza Dante com importantes edifícios em estilo gótico.

Arco della Costa
Piazza Dante

Dali seguimos pela Via dei Capello até a ‘Casa di Giulieta’, que é a atração mais famosa de Verona. Leia o post aqui.

Casa di Giulieta

A principal rua de compras é a Via Mazzini que liga a Piazza Bra com a Piazza delle Erbe com várias lojas de grifes internacionais, além de lojas mais populares como Zara e outras de marcas italianas.

Via Mazzini
Desfile de Carnaval na Via Mazzini

No final, pegue a Via Roma e vá até o Castelvecchio que hoje abriga o Cívico Museo di Arte um dos mais importantes da Itália. Construído à direita do rio Ádige serviu a princípio como residência de nobres italianos, mas após a invasão Napoleônica, passou a servir como centro de controle visual da cidade. A Ponte Scaligero dá acesso exclusivo ao castelo servia como via de fuga do Vale de Ádige.

 

Europa · Italia · Verona

Visitando a Casa da Julieta em Verona

Uma das atrações mais visitadas de Verona é a Casa da Julieta. E é muito fácil chegar lá: a partir da Piazza delle Erbe, basta seguir pela Via dei Capello até a ‘Casa di Giulieta’.

A propriedade medieval data do século XIII e passou por muitas reconstruçoes e varios proprietários. Devido a uma lenda popular de que essa foi a casa de Giulietta Capuleti o governo da cidade de Verona adquiriu parte da propriedade e a transformou em um museu. A entrada da casa fica na rua Cepelli (nome da última família proprietaria) e é bem pequenininha, dando vista a um enorme pátio.

Mas antes de chegar ao pátio, do seu lado esquerdo, há uma parede toda rabiscada em que você pode assinar ou deixar suas juras de amor.

Ao entrar no pátio, logo de cara você verá a famosa estátua de Julieta cuja tradição manda passar a mão no peito direito dela para trazer sorte e dinheiro.

 

A parede ao lado fica cheia de papeizinhos espetados entre os tijolos com pedido de amor à Julieta, meio que inspirado no filme. Ao lado da estátua fica um portão onde se pode colocar cadeados com o nome do casal para amor eterno.

Não tem cadeado? Não se preocupe, há uma lojinha ao lado do portão que já vende o kit: cadeado + canetinha + chave, a qual deve ser jogada no rio depois que o cadeado é colocado no portão para que nunca ninguém possa abrí-lo.

Depois de tudo isso é hora de conhecer a Casa da Giulieta. A entrada custa 6 Euros e dá acesso aos quartos em que o filme foi filmado e a vários dos figurinos utilizados na época de Julieta.

Também há algumas obras de arte de artistas italianos como Giovanni Rana. É claro que essa nao é casa oficial da Giulietta, ela foi usada como cenário para o filme, mas é só usar a imaginaçao e o programa é bem divertido.

Na minha opiniao entra na casa nao vale muito a pena, o mais legal é poder entrar na sacada em que Julieta supostamente falava com Romeu. Nao esqueça de pedir para que alguém fique lá embaixo para tirar uma foto sua!

Casa di Giulietta

Via Capello 23, Verona, Itália