Américas · Brasil · Florianopolis · Praia do Rosa · Santa Catarina

Florianópolis | Degustação de Vinhos Premium na Pousada Village Praia do Rosa

Para quem gosta de vinho o Festival Agosto Del Vino na Praia do Rosa é um prato cheio. No segundo dia pela manhã fomos a uma degustação de vinhos na Pousada Village Praia do Rosa.

Praia do Rosa

Além do workshop que falarei mais abaixo, tivemos a oportunidade de conhecer e desfrutar das acomodações do hotel que são incríveis. De qualquer lugar que você olhar, a vista será essa:

Praia do Rosa

O A Pousada Village Praia do Rosa fica a beira mar contornado pela Mata Atlântica com acesso exclusivo para a praia. São chalés para duas a quatro pessoas, super equipadas com quarto, sala e cozinha e até uma churrasqueira privativa! Não é o máximo poder comprar peixe fresquinho nas peixarias do centrinho e levar “para casa” para assar?

Praia do Rosa

Já pensou acordar em um jardim com coelhinhos, patos, playground piscina, quadra de tênis e acesso exclusivo para a praia? Além disso um super café da manhã e serviços de hotelaria, guia e passeios são oferecidos na casa principal. A dona é uma argentina super fofa de Buenos Aires e sempre solícita para nos atender.

Eles também tem uma área externa para casamentos (com altar e tudo!), restaurante e salão de festas. Também fecham a pousada para os convidados.

Praia do Rosa

O evento foi uma parceria com a importadora Porto a Porto. O sommelier Fábio Bin é incrível, tem muito conhecimento sobre o assunto, não só no que se refere às harmonizações, mas também no que tange à história do vinho. Tivemos uma aula espetacular com várias dicas de harminização que já estamos usando aqui em casa.

Praia do Rosa

A Porto a Porto importa não somente vinhos, mas muitos outros produtos como os da famosa marca de produtos italianos, a Paganini.

Praia do Rosa

Começamos com um espumante espanhol, o Cava Roma, muito saboroso e o Fábio deu várias dicas como a de que o vinho ideal para acompanhar uma paella, frutos do mar ou carne suína é o Rosé ou um Cava Rosé (espumante). Bem inusitado, né?

Outra dica é de que peixes gordurosos como o bacalhau ou o salmão vão melhor com vinho tinto. Já viram algum portuguê da gema comendo bacalhoada com vinho branco? Não, né? Ta aí a resposta.

Já os peixes brancos e os frutos do mar devem ser acompanhados por um vinho branco (ou rose, no caso dos frutos do mar), pois o vinho tinto por ter mais taninos, acaba deixando um gosto de metal na boca se combinado com eles.

Praia do Rosa

Outra dúvida que esclareci por lá é que sempre ouvia nas vinícula que já visitamos aqui, aqui e aqui, que o vinho branco podia ser feito de uvas tintas e que as cascas eram retiradas no início da fermentação para não colorir o sumo.

E está correto, por isso temos dois tipos de vinhos brancos: o Blanc du Blanc, que é o vinho branco feito de uvas brancas e o Blanc du Noir, o branco feitos de uvas tintas. Em francês tudo fica bonito, não?

A segunda degustação foi do francês Le Clos de Reynon da região de Bordeaux. Um tinto bem estruturado e de sabor amadeirado, o meu segundo preferido.

Praia do Rosa

Os vinhos do Velho Mundo em geral são mais estruturados que os do Novo Mundo e, por isso, bem melhores para a gastronomia, por causa da maior acidez, combinam e realçam sabores com mais eficiência.

A dica aqui é observar o tempo de fermentação em barril de carvalho. Como aprendemos na Vinícula Alto de La Ballena, no Uruguai, quando o enólogo encomenda os barris, ele escolhe o tostado forte, médio ou fraco do interior da barrica, que vai influenciar no sabor do vinho.

E aqui a lógica é que dita a regra: barris mais tostados combinam com carnes mais assadas, torradas. Barris menos torrados combinam com carne ao ponto ou mal passada. Mas como saber a tostagem do barril?

Simples, basta analisar a idade do vinho descrita no rótulo:

Praia do Rosa

Vinhos Jovens: tem 1 ano entre barril e garrafa;

Vinhos Crianza: tem 2 anos entre barril e garrafa;

Vinhos Reserva: 3 anos entre barril e garrafa;

Vinhos Gran Reserva: 5 anos entre barril e garrafa.

Quanto mais tempo o vinho ficou no barril, mais sabor de tostado ele terá.

O terceiro vinho foi o português Marquês de Borba da região do Alentejo. Os vinhos portugueses do Alentejo são os mais parecidos com os vinhos do Novo Mundo e um melhor custo-benefício que os demais vinhos europeus.

Praia do Rosa

Uma coisa que eu não sabia é que os portugueses são mestre em corte/ blend de vinhos, ou seja, são peritos em combinar uvas. Eles chegam a cultivar uvas diferentes lado a lado e já as colhem misturadas nas proporções ideais!

Portugal e em especial a região do Alentejo, tem muito sol, mas grande amplitude térmica, que é a grande variação das temperaturas do dia (muito quente) para à noite (muito fria), assim como vimos em Mendoza, e essa condição é excelente, pois amacia os taninos (aquele gosto amargo que vem principalmente da casca da uva) e deixa o vinhos com notas de baunilha, ameixa e especiarias.

Praia do Rosa

Lembra que comentei aqui que esses gostos são reações químicas que nos remetem à esses sabores, certo?

Os vinhos do Alentejo são a opção ideal para um jantar em que você queira servir um bom vinho europeu a com um ótimo custo-benefício (por volta de R$30).

Praia do Rosa

Já se for servir uma comida com muito sal, não opte por um tinto, pois os taninos da uva brigam com o sal. Opte por um vinho verde top como o Alvarinho para um Bacalhau, por exemplo, que não tenha sido muito desalgado.

Já os verdes Calamares e Casal Garcia são mais leves e ideais para uma entrada com patê de sardinha, atum, chicharones etc.

A quarta degustação foi com o meu vinho preferido: o italiano Yume, da Caldora, que é uma vinícula com uma história muito bonita porque parte dos lucros vão para a Fundação Yume, que em japonês quer dizer ‘sonho’, onde eles recuperam pessoas viciadas em drogas. Daí vem o ‘sonho’ de que todos possam voltar a trabalhar e ter uma vida digna.

O último vinho, também um dos meus preferidos, o espanhol Marquês de Tomares da região de Rioja que é a primeira e mais importante região de vinhos DOC da Espanha. Todos os vinhos ali produzidos recebem um selo do controle regulador da Espanha que garante a qualidade de seus vinhos.

 

Pousada Village Praia do Rosa

Rua Porto Novo, Canto Sul, Imbituba, Santa Catarina

Nossa visita foi um convite do Clube do Vinho, associação de restaurantes e pousadas da Praia do Rosa, e da Faro Comunicações, para participarmos do evento Agosto Del Vino, em que restaurantes e pousadas contam com programação especial de gastronomia, harmonização e degustação de vinhos e workshops. Agradecemos à Hospedaria das Brisas, Village Rosa, Solar Mirador, Restaurante Tigre Asiático, Bistrô Pedra da Vigia e Importadora Porto a Porto pelo convite e parabenizamos pelos excelentes serviços.

 

 

Reserve sua hospedagem para a Praia do Rosa aqui.

Reserve seu carro para a Praia do Rosa aqui.

Reserve seu seguro viagem aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s