Europa · França · Paris

Paris: Le Marais, o bairro hipster parisiense

Nós começamos nosso dia descendo a avenida Champs Elysèe até o Museu do Louvre e pegamos a Rue de Rivoli (que margeia o museu) e junto com a Rue Saint Honoré formam as ruas mais chiques (e lotadas de turistas) de Paris.

Nosso objetivo, nesse dia, era visitar o bairro Les Marais que fica no final da Rue de Rivoli. Les Marais é um bairro antigo, aristiocrata e super charmoso de Paris, na margem direita do Sena.

Paris

Sua fama começou no século XIV quando a corte francesa mudou-se para essa área e atingiu o auge do seu esplendor no século XVII quando o rei Carlos V, da França, criou a Place Royale, hoje conhecida como a Place des Vosgues, ainda uma das mais bonitas de Paris.

Paris

Com isso as famílias de nobres e aristocratas começaram a construir mansoes (hôtels) para viverem perto da realeza como o Hôtel de Ville que abriga a prefeitura da cidade de Paris desde 1357 e o Hôtel de Sens uma entre as três últimas mansoes medievais de Paris e transicao do estilo gótico para o Renascentista.

Paris

Também travessa da rue de Rivoli, a rue Saint Paul abriga a Village Saint Paul um antigo orfanato da cidade que agora é cheio de lojinhas antigas e de segunda mao.

Paris

De volta à rue de Rivoli/ Saint Antonie, à direita está a Monoprix outra super farmácia francesa. Escrevi sobre a Citypharma aqui e do lado esquerdo, outra mansao, o Hôtel de Sully, construído no século XVII.

Paris

Seguimos em frente e saímos na Place des Vosgues onde o rei Henrique IV mandou construir um Pavilhao Real rodeado por mais 35 prédios todos com o mesmo estilo de fachada e cobertos por tijolos vermelhos. Esses prédios foram abandonado quando a corte se mudou para Versalhes.

Paris Paris

Depois da Revoluçao Francesa, os prédios voltaram a ser habitados por ilustres franceses, como o Cardial Richelieu, 1º ministro da França e o escritor Victor Hugo (autor do Corcunda de Notre Dame, Les Miserable entre outros) que morou por muito tempo na casa nº 6. A casa hoje é um museu e pode ser visitada.

Paris Paris

A Praça fica super perto da Bastille, uma antiga prisao francesa cuja tomada marcou o início da Revoluçao Francesa. Se você ainda nao conhece, vale a pena dar uma esticada até lá.

Paris Paris

Saimos da praça pela Rue des Francs Bourgeous que é uma rua de comércio com lojas principalmente de cosméticos como Dyptique, Make up Forever, Caudalie, MAC, Kiehls, Bobbi Brown entre outras.

Paris Paris

Viramos à esquerda na Rue des Hospitalières Saint-Gervais e adentramos o bairro judeu, na minha opiniao, a parte mais autêntica e charmosa do Les Marais.

ParisBelgica-França-Amsterdam 597 Paris

Nos perdemos pelas ruazinhas e suas lojinhas, uma mais encantadora que a outra, mas tínhamos um endereço certo: a rue des Rosier onde está o coraçao do bairro judeu e o melhor Falafel que já comi na vida. O L’As do Falafel é IMPERDÍVEL! Mas chegue cedo, senao a fila vira o quarteirao.

Belgica-França-Amsterdam 594 Paris

Nós continuamos caminhando e voltamos a Ile de la Citè, onde fica a Notre Dame, que tecnicamente também é Les Marais e adentramos a Ilha, percorrendo suas ruazinhas e sem esquecer de outro melhor sorvete da cidade: o Berthillon (31 Rue St.-Louis-en-l’Île, París)!

Paris Paris Paris Paris

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s