Europa · Moscou · Rússia

Roteiro de 24 horas em Moscou

Eu sempre quis conhecer a Rússia, por um motivo principal, minha mae desde sempre foi apaixonada por Ballet e sempre falava das bailarinas russas e do Teatro Bolshoi. Esse teatro está no meu inconsciente há anos e quando surgiu a oportunidade de irmos para St. Petersburgo fiz questão de encaixar um dia em Moscou.

  1. Kremlim

Começamos o dia visitando o Kremlim, porque comprei ingressos antecipados para às 10:00 (sim! Ele são super concorrido e a venda online só abre com 30 dias de antecedência) que é a mais famosa entre as várias construções fortificadas espalhadas pela Rússia (exceto em São Petersburgo), cujo significado a partir da época soviética passou a ser sinônimo de “Governo da Russia”, mais ou menos como a Casa Branca nos EUA. Fiz um post detalhado sobre ele aqui.

  1. Red Square (Kremlin, Catedral de Sao Basílio, Mausoléu de Lenim e GUM)

Nossa parada seguinte foi na Praça Vermelha, o lugar mais icônico de Moscou, e ponto central da geografia da cidade. Ela fica em pleno centro da cidade e tem mais de 300 metros de comprimento. Nela estão espalhados os principais cartões postais da cidade como o Kremlim, a Catedral de São Basílio, o Mausoléu de Lenim, o GUM e ao seu redor o Museu de História da Russia, a Porta Ibérica, o Jardim de Alexander, o Monumento ao Soldado Desconhecido, a Praça da Revolução e a Praça Lubianka, onde ficava a sede da antiga KGB.

  1. GUM

Como já estava próximo da hora do almoço, fomos ao GUM (Centro de Lojas Universais), o shopping mais famoso da Rússia, e que fica bem ali, na Praça Vermelha. A maioria das lojas são de luxo, mas a visita ao lugar é imprescindível.

A arquitetura é impressionante: sua fachada tem 242 metros de cumprimento e seu interior é puro luxo. A construçao remonta a 1890 no estilo medieval russo.

No primeiro andar está o primeiro supermercado russo, que da era soviética só guarda a arquitetura. Ali é possível comprar produtos russos gourmet como caviar, vodka etc.

No último andar comemos no Stolovaya 57 um restaurante que relembra os refeitórios da época soviética, em estilo buffet, uma ótima opção para experimentar várias comidinhas russas sem gastar muito.

As barraquinhas de sorvete também são muito comentada, mas como fazia muito frio, não experimentamos.

  1. Catedral de São Basílio

A última parada diurna (porque à noite fomos ao Bolshoi) foi na impressionante Catedral de São que é realmente a primeira imagem que temos de Moscou e o que mais impressiona ao chegar à Praça Vermelha. Sua imponência, suas cores, suas texturas se harmonizam perfeitamente com as cores do pôr do sol e parecem uma pintura nas fotos. É muito impressionante!

  1. Metrô

Outro ponto famoso de Moscou, mas que não nos deu tempo é o metrô de Moscou, um dos maiores do mundo, composto por 12 linhas, 200 estações e 333 km de extensão e mais de nove milhões de usuários por dia, além de ser também um dos mais bonitos. Há vários tours guiados pelo metrô, inclusive tours gratuitos, que levam em torno de 2 horas cada um.

  1. Ballet de Bolshoi

Bolshoi é a companhia de dança mais famosa do mundo e cuja sede está em Moscou, bem pertinho da Praça Vermelha, fundado em 1776.

  1. Comer comida típica da Geórgia

Eu adoro conhecer comidas locais e na Russia conheci também a culinaria georgiana, que é bastante abundante por lá, e uma delícia!!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s