Américas · Bento Gonçalves · Brasil · Rio Grande do Sul

Bento Gonçalves | Roteiro Caminhos de Pedra do RS

Esse roteiro passou a existir depois de um levantamento do acervo arquitetônico de todo o interior do município de Bento Gonçalves, quando constatou-se que o Distrito de São Pedro possuía o maior acervo de casas antigas da região.

As casas foram restauradas e o roteiro tornou-se um verdadeiro sucesso. O caminho tem 12km de extensão e foi declarado patrimônio histórico do RS. As paisagens bucólicas são tão bonitas que renderam à região o apelido de Toscana Brasileira.

Partimos de Bento Gonçalves até a cidade de São Pedro onde começa o roteiro. Veja o mapa aqui . São 15 pontos de visitação bem sinalizados com placas, o que facilita a identificação no mapa distribuído no ponto de informações turísticas do Posto de Combustíveis do Barracão, localizado no início da rota. Aliás quem entrar no caminho pelo Barracão estará entrando pelo mesmo portão pelo qual entraram os primeiros imigrantes italianos que ali viveram.

Nossa primeira parada foi na Casa do Tomate fica ao lado da Casa da Foto à Antiga em que você pode além de tirar fotos com roupas de época, personalizar garrafas de vinho e qualquer outro objeto.

Na Casa do Tomate são vendidos molhos, biscoitos, refrigerante e até trufas de tomate. É tudo muito bem cuidado e organizado.

A Casa da Ovelha foi a que nós mais gostamos, pois no início há um vídeo que conta a história da casa e da região seguida por uma degustação dos queijos que depois você pode comprar na loja.

No final, a melhor parte, que é uma visita ao berçário de ovelhas. Imperdível.

Outro lugar que gostamos bastante foi a Cantina Strapazzon onde foi filmado o filme o Quatrilho. Os jardins são super bem cuidados e há um rosedal lindo entremeado por margaridas que leva até a entrada da casa de pedras, que foi cenário do filme.

Dentro da casa você pode visitar os cômodos que foram cenário do filme e no térreo fica um dos donos da vinícula, que conta toda a história de como foram feitas as filmagens e o processo de vinificação.

Há uma degustação dos vinhos, grapas e licor de amareto que eles produzem lá e que também podem ser comprados na loja da fazenda. Em seguida fomos até a Lovara Vinhos que.tem uma propriedade muito bonita com um caminho de hortênsias que leva até a entrada principal da vinícula. Lá dentro TAMBÉM há uma loja com Wine Bar onde é possível degustar os vinhos antes de comprá-los.

Almoçamos na Casa Vanni Espaço Gastronômico.- o filé da casa delicioso – e passamos o restante da tarde descansando nas redes no jardim da propriedade admirando as casas e imaginando a idade e a histórica por detrás de cada uma delas.

Comemos a sobremesa na Casa das Pequenas Frutas. De novembro a fevereiro, é época de blueberries, framboesas e amoras colhidas do pé. Deliciosas!

Outro ponto que dever ser interessante é a Casa da Erva Mate onde é possível aprender o modo de produção artesanal da erva-mate e também degustar um autêntico chimarrão, mas já estávamos cansados e seguimos viagem para Gramado.

Esse passeio dura quase o dia todo e mais informações sobre a rota Caminhos de Pedra podem ser consultadas aqui e aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s