Alemanha · Berlim · Europa · Intercambio

Intercambio Alemanha | Como aprendi alemao

Como já contei antes trabalho em uma multinacional alemã e o alemão é muito importante para meu trabalho. Estudei alemao desde novinha no Goethe em Sao paulo e já fiz intercambio varias vezes para a Alemanha. Começo o post já respondendo a pergunta mais comum: vale a pena? Depende do tempo que você tem e do seu objetivo. Só tem um mês, nao tenha ilusao de que você vai voltar super fluente depois de ficar um mês na Alemanha, principalmente se você estiver nos níveis mais básicos.

Longe de ser pessimista, ao contrário, mas é bom estar consciente de que Alemao nao é inglês. Alemao é uma língua mais complexa e que exige mais dedicaçao do aluno. Em um mês o intercâmbio, em regra geral, sempre tem um superdotado por aí que ficou fluente em 1 mês, será válido principalmente para conhecer a cultura do país e principalmente melhorar a compreensão auditiva afinal você estará em constante contato com o idioma. Em cada esquina você aprende algo novo.

Tente fazer amizade com pessoas de outras nacionalidades para que você possa treinar a falar alemao. Em Frankfurt fiz muitas amigas: japa, China, Romenia, Turquia e falávamos o dia todo em alemao e inclusive nos encontrávamos depois da aula para almoçar, saímos para jantar e só falávamos em alemao. Foi o período que eu mais aprendi e porque também já tinha um nível B2, entao deslanchar foi mais fácil. Isso é outro ponto a ter em conta, o seu nível do idioma. Eu pessoalmente, aconselho a fazer intercambio a partir do B2. Na primeira vez que fiz estava no B1 e nao evolui quase nada, nao conseguia me comunicar na rua e foi bem frustrante. Com nível B2 foi tudo bem diferente.

Amigas de Frankfurt

Se possível fique no mínimo 6 meses. Na minha opiniao, é o mínimo para conseguir evoluir no idioma, eu acredito que em menos de 6 meses a evoluçao vai ser muito pequena. Nao esqueça que, na teoria fazer um curso na Alemanha é o mesmo que fazer um no Brasil, mas de maneira intensiva, ao invës de levar 4 meses para cada módulo, você levará 1. Entao faça o cálculo, 1 mês na Alemanha é o equivalente a um semestre de estudos no Brasil. Você vai vira fluente só porque cursou um estágio mais? Esse é o raciocínio.

E por último, mas nao menos importante, venha para estudar e nao para ficar fazendo turismo com brasileiros. O curso é intensivo, entao você terá toneladas de vocabulario para aprender todo os dias, muita liçao de casa e redaçoes. E se quiser aprender tem que estudar bastante. Turistar, só com seus amigos que falam alemao para colocar em prática tudo o que voê está aprendendo. 🙂

 

Planejamento e Organização

A organização é muito fácil só é preciso de programar com certa antecedência para conseguir bons preços. Primeiro defina o perído que vai fazer o intercâmbio: geralmente as escolas trabalham com semanas sendo o período mínimo de duas semanas. Entre no site das escolas, pesquise preço, lugar e disponibilidade de moradia e valores.

 

A Hospedagem

Nossa base foi Berlin e cada vez que voltávamos de uma viagem de final de semana mudávamos de bairro para vivenciar uma experiência diferente.

Na primeira semana ficamos hospedados no H2 Berlin em plena Alexander Platz.

Na segunda semana mudamos para o Best Western entre a Oranienstrasse e a Friedrichstrasse, ‘o point’ de Berlin.

Na terceira semana ficamos em Prenzlauer Berg no Brilliant Apartments que fica no coração da Alemanha Oriental em um prédio de mais de 100 anos de idade, mas todo renovado e modernizado.

No ano seguinte voltei para mais um intercâmbio e ficamos em um aparatamento super charmoso que achei no AirBnB na cidadezinha de Erkner que fica a 15 minutos de trem da Alexander Platz, o centro de Berlim. Foi o lugar que mais gostamos de ficar, um mês nessa cidadezinha de veraneio, com varias atividades aquáticas, pessoal simpático e do Kaufhaus, o melhor super mercado do mundo!

Foi uma experiência incrível, pois íamos no mercado, fazíamos nossa comida e lavavámos nossa roupa na lavanderia e do lado da estaçao de trens. Escolhi todos os lugares perto de metrô ou estaçao de trens para facilitar à ida à escola e aos pontos turísticos. A partir do Best Western, no entanto, eu conseguia ir a pé para a escola.

Em Frankfurt fiquei hospedada em Offenbach, a 10 minutos de metrô da Escola DID no centro de Frankfurt em um apartamento do AirBnB.

 

Escolas de Alemao em Berlim

Duas escolas que já estudei e que indico são o Goethe Institut, em que eu estudei no Brasil, e que fornece todos os detalhes dos cursos na Alemanha em seu próprio site. Você pode fechar o curso online ou ir pessoalmente na escola mais perto de você. Se for fazer o curso no verão planeje-se com antecedência, pois as vagas para Junho, Julho e Agosto se esgotam no ano anterior. Eles oferecem acomodação em casa de família, residência estudantil ou em apartamentos alugados e em determinadas escolas oferecem pensão completa durante os dias da semana. Eles possuem um curso de duas semanas que une aprendizado e cultura e de quatro semanas em diante focado somente no estudo da língua. O ponto negativo é o preço, é a mais cara das três.

Como desta vez eu queria fazer um curso de três semanas e o Goethe não oferecia essa opção saí em busca de outras e encontrei o DID Institut que eu amei. Eles usam os mesmos livros do Goethe, pelo menos na época em que eu estudei, e os professores sao ótimos. Eles também tem todos os detalhes e preços no site e oferecem os mesmo benefícios do Goethe como curso e acomodação e além disso curso de três semanas! É possível fechar tudo online, mas descobri que a CI – Central de Intercâmbio tem convênio com eles e faz toda a burocracia para você. Fui até a agência da CI na Paulista e fechei somente o curso com eles. Escolhi estudar em Berlim, mas eles tem escolas pela Alemanha toda.

Em Berlin também já estudei na Speakeasy, que fica ao lado da Galeria Westside. Ela tem um estilo mais informal, mas também é muito boa. As instalaçoes sao novinhas e meu professor era excelente. Você faz o teste online e já chega para aula no primeiro dia. Como a escola é pequena eles podem nao ter todos os níveis, por exemplo, eu tinha que entrar no C1.1 e me colocaram no C1.3 porque era a única classe de C1 que havia, mas como nesse nível um livro é idependente do outro nao me atrapalhou. Acho que isso nao acontece nos níveis mais baixos porque tem muito mais alunos. É a mais economica das três.

Escola em Frankfurt

Em Frankfurt estudei um mês na DID Institut e gostei ainda mais da escola e da professora que da de Berlim. Super recomendo! Ele tem um esquema em que cada dia da semana é um professor que te dá aula para que você tenha contato com diferentes sotaques e costumes.

Primeiro dia de Aula

Em geral, no primeiro dia de aula é preciso fazer o este de nível. Tant no Goethe quanto na DID fiz uma prova escrita e em seguida uma entrevista oral em que seu nível é definido. Pode-se comprar o material didático na própria secretaria da escola e e depois disso o professor reune a turma e faz um city tour por Berlim. Isso mesmo!

Ele ensina a usar o metrô, mostra os melhores lugares para comer, para comprar livros, mostra os principais pontos turísticos e dá dicas para que possamos voltar aos lugares que mais gostamos.

A partir do segundo dia começam as aulas para valer com muita conversação, mas sem deixar de lado as fases essenciais para o aprendizado como gramática, interpretação de textos e vocabulário. Aprendi muito vocabulário nas aulas e depois que saía do curso, por volta das 14h ia conhecer a cidade e praticar tudo o que tinha aprendido.

 

Material de Estudo

A melhor livraria da cidade é a Dussmann na Friedrichstraße 90. Tem de tudo e mais um pouco por preços muito pequenos. Trouxe uma mala cheia de livros e dicionários de alemão.

 

Um comentário em “Intercambio Alemanha | Como aprendi alemao

Deixe uma resposta