Europa · Rússia · Sao Petersburgo

48 horas em São Petersburgo na Rússia

Chegamos em São Petersburgo em um trem de alta velocidade a partir de Moscou. São 700 km feitos em 4 horas que passam voando. Comprei os tickets diretamente no site da Russian Trains, imprimi os tickets em casa e voilá!

Por volta das 11:00 chegamos na estação de trens de São Petersburgo e chamamos um Uber por App para ir até o hotel. Lá o Uber se chama Yandex Taxi. São super baratos e como o preço é fechado não há risco de ser enganado.

Vista do nosso hotel

Deixamos as coisas no hotel, por sinal excelente, o Pushka Inn a beira do Rio Neva e a pouquíssimos passos do Hermitage, e saímos para passear. São Petersburgo é uma cidade cheia de história, fundada por Pedro o Grande em 1703 passou a ser sede dos governo russo e guarda toda a essência imperial do país.

Rua do nosso hotel Pushka Inn

Começamos pela Praça do Palácio que fica no coração da cidade e da qual sai a Nevsky Prospekt, a principal avenida da cidade.

A praça ainda abriga o edifício mais antigo da cidade, o Palácio de Inverno dos czares russos (1754-1762) todo em branco e azul.

Do outro lado da praça está o Palácio do Estado Maior, com uma fachada em forma de arco idealizada pelo arquiteto George von Velten construído entre 1819-29 em homenagem à vitória russa contra Napoleão Bonaparte.

No centro da praça está a Coluna de Alexander, construída em granito vermelho com quase 50 metros de altura e 600 toneladas. Foi tao bem construída que nunca necessitou de uma base. A população por muito tempo teve medo que a coluna fosse tombar, mas isso nunca aconteceu.

Em seguida nos dirigimos à Catedral de São Isaac, ortodoxica e a mais imponente de São Petersburgo. Sua cúpula dourada é a maior do mundo.

Na sua decoração interior, que é lindíssima, foram usados mais de 43 tipos de minerais. As paredes e o chão são de mármore italiano e as colunas de lápis-lazúli. A cúpula te mais de 100 kilos de ouro!

Em 1931 foi convertida em museu por isso é possível subir à sua cúpula e ter a vista aérea de toda a cidade com o Hermitage de pano de fundo!

Seguimos para a avenida Nevsky Prospekt, a principal da cidade, cheia de prédios históricos, lojas e restaurantes. Por ser uma das avenidas mais antigas do mundo abrigas diversos palácios com estilo italiano e holandês.

Um dos pontos altos é a Praça Kazanskaja onde fica a Catedral de Kazán.

A Catedral de Kazan é uma das mais importantes da cidade e consagrada à Nossa Senhora de Kazán, a mais venerada da Rússia. Ela chama a atenção porque sua construção foi inspirada na Igreja São Pedro do Vaticano.

Ao longo dos seus 4 quilómetros se encontram vários tesouros arquitetónicos como: Gostiny Dvor nº35, Eliseyev Emporium nº56, Casa Singer nº28 (antiga fábrica de máquina de costura), Palácio Stragonoff etc.

Casa Singer
Eliseyev Emporium
Eliseyev Emporium

Paramos para almoçar comida tipicamente russa em um restaurante em plena Nevsky Prospekt, que além de oferecer comida deliciosa, é uma graça. Parece uma casa de bonecas, o Restaurante Katyuscha.

Provamos e aprovamos de tudo: vinho russo, blinis com caviar e smetana, pelmenis, strogonoff e bolo Napoleão. Super recomendado!

Continuamos para o ponto alto do dia, a Igreja do Sangue derramado, e aproveitamos para nos abrigar da tempestade que caiu nesse momento. Ela é se dúvidas a Igreja mais bonita de São Petersburgo. Ela recebeu esse nome porque foi construída no lugar em que o czar Alexander II foi assassinado.

Uma curiosidade é que durante a Segunda Guerra Mundial uma bomba caiu na sua torre mais alta e nunca chegou a explodir. Ela somente foi descoberta durante uma restauração.

A sua construção começou em 1883 no reinado de Alexandre III como homenagem à morte de seu pai nesse lugar e terminou no reinado de Nicolas II, pois levou 24 anos para ficar pronta.

A decoração interior é riquíssima com um altar de ouro e as paredes inteiramente pintadas com afrescos que retratam as façanhas conseguidas pelo imperador Alexandre II. Impressionante! Também comprei as entradas com antecedência online.

Terminamos o dia passeando pelo metrô de São Petersburgo que é um dos mais profundos do mundo.

Pegamos a dica da concierge do nosso hotel que nos indicou visitar a linha vermelha, que por ser a linha histórica é a que mais tem estações mais elegantes e decoradas! O metrô tem 5 linhas com 69 estações ao todo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s