Europa · Istambul · Turquia

Banho turco em um Hamman em Istambul

Tomei muito cuidado na reserva do nosso banho turco porque todo o processo do haman ou banho turco consiste em sauna a vapor + exfoliação + massagem com espuma e o meu medo estava justo na exfoliação porque já havia lido vários casos em que as pessoas eram quase que esfoladas. Por isso já tinha decidido que não iria a um haman público e depois de ler diversas avaliações, optei pelo Hamman Cagaloglu, que por coincidência ficava na esquina do hotel em que estávamos hospedados.

Não se sabe ao certo a origem do banho turco, mas sabe-se que já eram usados em Roma e na Grécia e há muito tempo no Oriente. O Hamman Cagaloglu foi construído em 1741 como um hamman público inicialmente para gerar renda para a biblioteca da Hagia Sofia e é um dos mais bem sucedidos de Istambul. Nós já tínhamos feito um hamman no Marrocos antes e adoramos a experiência!

Logo no hall estão as fotos das celebridades que já frequentaram o lugar como a Cameron Diaz, Harrison Ford, Kate Moss entre outros.

A entrada do hamman também impressiona pela atenção dos recepcionistas, todos muito educados, e o local todo revestido em mármore branco é um verdadeiro luxo. É muito importante fazer reserva com antecedência, eu fiz pelo próprio site do hamman.

Um hostess então nos levou até o hamman propriamente dito e nos deixou com a responsável pelos banhos. Homens e mulhres são separados nesse momento, ou seja, há dois hamans dentro do local, um masculino com massagistas homens e um feminino com massagistas mulheres.

Tudo é muito bem organizado, mas a partir do momento que você entra no hamman, as meninas falam pouco ou nenhum inglês então vai tudo mais ou menos por sinais. Elas têm memorizado os comandos básicos para o hamman, e tem todo o processo sob controle, mas sem informações extras.

O ambiente é todo de mármore branco e o primeiro contato, depois da recepçao é um hall enorme, também de mármore branco, cheio de cadeiras e espreguiçadeiras onde estão descansando e tomando chá as clientes que já passaram pelo processo.

Fonte: cagalogluhamami.com.tr

Nesse momento, a hostess te dá uma chave para um vestiário privado, que fica no segundo andar e que tem um tocador com as amenities que você possa precisar: pente, creme hidratante, uma calcinha descartável, toalhas etc. Você deixa todas as suas roupas todas lá, coloca a calcinha descartável, se enrola em uma toalha, tranca tudo e desce para o hamman.

A partir daí, nao levei meu celular e por isso peguei as fotos do site do hamman.

Fonte: cagalogluhamami.com.tr

Passamos novamente pela área de descanso e ao final dele, abrimos uma porta de madeira pesadíssima com uma maçaneta de ferro em formato de círculo. Essa porta protege o ambiente do banho que é quentinho e cheio de vapor.

Fonte: cagalogluhamami.com.tr

Mais uma vez, a sala do hamman é toda de mármore branco aquecido e no centro há um círculo de mármore mais alto que o nível do chão, onde se realizam as massagens de espuma. Há uma pequenas salinha ao lado desse círculo, que é a sauna a vapor e outras áreas destinadas ao banho com torneiras de água quente e fria.

Fonte: cagalogluhamami.com.tr

O primeiro passo é entrar na sauna e espera ser chamada para a massagem de espuma. Até aí a menina que nos recebeu não nos tinha dito nada da calcinha descartável e lá fomos nós (fui com uma amiga) peladas para a sauna. Chegando lá, perguntei para uma menina que estava sentada lá se era assim mesmo e ela nos disse sobre a tal da calcinha, toca voltar tudo para trás para coloca-la no vestiário.

Calcinha posta, voltamos à sauna. O processo todo, do pacote que eu comprei, dura uns 40/45 minutos: 15 minutos de sauna + exfoliação + 20 minutos de massagem com espuma + banho. Há vários pacotes de banho turco + massagem e eu escolhi o Cagaloglu Hamman que inclue massagem extra nos pés.

Depois dos 15 minutos de sauna, minha massagista me chamou para a massagem de espuma feita sobre o mármore quentinho. É uma delícia! O processo começa com a exfoliação com a ajuda de uma luva exfoliante e ela vai te mostrando quanta pele morta sai! E não dói absolutamente nada. Depois ela vai te ensaboando com uma espuma que ela produz com um saco de pano e vai jogando em cima de você.

Fonte: diariodeunmentiroso.com

Em paralelo ela vai massageando o seu corpo todo, no mesmo estilo de massagem relaxante dos spas, mas elas realmente entendem de massagem e colocam tudo no lugar. No final ela me levou para a parte das torneiras e me deu um banho ora com água quente ora com água um pouco mais morna. Lavou até meu cabelo com shampoo e condicionador.

Fonte: diariodeunmentiroso.com

Em seguida ela me enrolou em uma toalha, enrolou meu cabelo em outra e me levou para a área de descanso. Me deixou em uma espreguiçadeira a espera da massagem de pés com óleos essências que eu contratei a parte. Enquanto isso me serviu com chá turco, um suco de romã, avelas e turkish delight, o famoso doce de goma turca.

Eu fiquei nessa espreguçadeira no fundo à esquerda. Fonte: cagalogluhamami.com.tr
Fonte: cagalogluhamami.com.tr

Ela me deixou descansando por uns 10 minutos e entao voltou para a massagem nos pés diretamente na espreguiçadeira. Sao 15 minutos maravilhosos de massagem com óleos essenciais. Depois disso subimos para nosso vestiário, nos arrumamos e na saída sua massagista vem despedir-se de você esperando uma gorjeta. Demos 20 liras turcas e saimos.

Lokanta 1741

Terminamos a noite jantando no restaurante que fica no andar superiror do hamman, e que inclusive tem desconto para quem fez o banho turco, o Lokanta 1741 e que é um dos mais bem avaliados de Istambul. A comida é típica turca com um toque fusion. Outro ponto forte foram os coquetéis exclusivos do chef. Para mim o melhor restaurante que fomos na cidade. De novo é imprescindível fazer reserva.

 

Deixe uma resposta