Alemanha · Europa · Frankfurt

Palmengarten, perfume de rosas em plena selva de pedras de Frankfurt

Frankfurt é a cidade mais movimentada da Alemanha e muito conhecida por ser o centro financeiro da Alemanha e sede do Banco Central Europeu. Mas por trás de seus edifícios comerciais e do seu centro histórico de contos de fadas há um oásis de natureza, o Palmengarten, o Jardim Botânico de Frankfurt.

Eu queria muito ir ao Palmengarten depois de ver uma foto linda do seu lago de vitórias-régia, aliás o lugar todo é um espetáculo. Ele foi construído em 1869 e planejado pelo arquiteto Heinrich Siesmayer a princípio como um parque público; mas dessa época muito pouco restou porque ele, assim como grande parte de Frankfurt, foi destruído durante a Segunda Guerra. Sua reconstruçao terminou em 1992 e hoje em dia ele pertence ao departamento de biologia de Johann Wolfgang Goethe, da Universidade de Frankfurt.

Ele nao fica no circuito turístico, fica na na área de Westend-Sud, mas é bem fácil chegar lá de metrô ou ônibus. Com o ônibus nº 36 você desce na porta principal do Palmengarten, onde fica a bilheteria e está marcado pelo nº36 no mapa abaixo.

Foi por aí que eu entrei e de cara já me encantei com o lugar quando entrei e me deparei com o Rosengarten, o jardim de rosas.

Claro que a estaçao do ano em que você o visitar vai influenciar muito na sua experiência. Nós tivemos a sorte de estar em Frankfurt na primavera, e já no fim de Maio, quando as flores estavam no seu pico de floraçao e ficamos encantados. Claro, que o calor também estava fortíssimo, e nao demos conta de fazer o parque todo.

O Rosengarten tem diversas espécies de rosas uma mais perfumada que a outra. Além da beleza, a graça é sentar-se em um dos vários bancos instalados por lá e ficar apreciando o ambiente, o cheiro de rosas é enebriante. Eles ainda instalaram, na mesma área, um chafariz de águas dançantes, ou seja, dá pra ficar ali fazendo people, digo rose watching por horas.

E se nao bastasse, bem ali está o cartao postal do Palmengarten, um lago recheado de vitória-régias! Definitvamnete foi a minha área preferida do parque.

Ele tem muitas espécies de vegetação distribuídas em cerca de 22.000 hectares. Tem diversas áreas, como o Tropicarium, onde ficam 14 estufas, que informam sobre a vegetaçao típica dos trópicos e subtrópicos.

Há florestas tropicais, vegetaçao dos desertos secos e muitas outras informaçoes para o aprendizado e maior contato com a natureza. Cada parte do Tropicarium recria o clima de cada uma dessas regioes tropicais do planeta (América do Sul, África, Austrália etc.) e é incrível notar como o clima tropical é super úmido, o moderado mais seco e qual o impacto disso na fauna e na flora de cada regiao.

Bem perto do Rosengarten tem um lago em que é possível alugar um barquinho ou um pedalinho e passear por ali. O lugar é cheio de patinhos, flores, árvores – uma beleza sem fim. Dali também sai um ônibuzinho que percorre o parque e leva ao Jardim de Pedras e à uma pequena cascata que tem por lá.

Já vencida pelo cansaço, minha última parada foi na Palmenhaus, a estufa de palmeiras, uma das maiores construçoes do parque com várias espécies de palmeira tropicais e sub-tropicais entremeadas por pequenas fontes. Lindo e quente – e húmedo!

Veja o vídeo da nossa visita ao Palmengarten em Frankfurt:

Deixe uma resposta