Alagoas · Américas · Brasil · Sao Miguel dos Milagres

Sao Miguel dos Milagres | Dicas de hotel, restaurantes, atividades e transporte

Hotel

Sao Miguel dos Milagres é daquele tipo de lugar que o hotel é a experiência. Portanto, o tipo de hotel que você escolher determinará o estilo da sua viagem e se você vai gostar mais ou menos do lugar, já que é o tipo de passeio para descansar e nao fazer nada. A ideia é ser paparicado pela pousada e nao ter que sair nem para comer.

Nós já fomos duas vezes. Da primeira vez ficamos na Casa Acayu de frente à  Praia do Toque , separada por um pequenos caminhozinho entre o hotel e a areia, o que a torna bem exclusiva para os hóspedes das próprias pousadas. É uma das mais bonitas de São Miguel dos Milagres e Maceió. Infelizmente perdi a maioria das fotos dessa viagem de 2012.

Da segunda vez ficamos na Pousada do Patacho na Praia do Patacho, considerada uma das praias mais bonitas da regiao, bem deserta e paradisíaca. As duas pousadas de charme sao fantásticas, a Casa Acayu é mais cara, mas mais sofisticada, a do Patacho mais rústica embora igualmente charmosa.

Praia

Quanto à praia, as duas praias sao bonitas, tanto a Praia do Toque quanto à Praia do Patacho, mas achei a do Patacho mais bonita e deserta. A primeira fica no município de Sao Miguel dos Milagres, mais perto de Maceió, e menor e mais yurística. A segunda já fica em Porto de Pedras, um pouquinho mais distante, e é uma praia maior, com sua orla de coqueiros. É considerado o mar da Rota Ecológica mais azulzinho, o mais parecido com os do Caribe.

Restaurantes

Das duas vezes comemos todos os dias na Pousada, a comida é maravilhosa e está disponível durante todo o dia. Você pode comer no restaurante, no quarto ou até na Praia. Você faz os pedidos das porçoes e bebidas por Whatsapp e eles televam até lá.

  • Atividades

É de Porto de Pedras que sai o passeio para o Santuário do Peixe Boi que leva cerca de 30 minutos em barco. Lá te ensinam um pouco sobre a história do animal que está em extinção (só existem 500 na costa brasileira) e depois você pode observá-los. Nós escolhemos fazer o passeio às Piscinas Naturais que por indicação do próprio pessoal do hotel é mais bonito principalmente na lua cheia e maré baixa.

Os jangadeiros ficam na beira da praia e é só avisar na recepçao do hotel que eles arranjam tudo certinho.

E por incrível que pareça, no dia que escolhemos para o passeio a maré estava extremamente baixa e tivemos que andar até o ‘meio’ do mar para conseguir subir na jangada.

Chegamos depois de 10 minutos de passeio. Os barcos atracam e oferecem toalhas, máscara para snorkeling, guarda-sol e tudo o mais que você precisar. Leve havaianas, pois a areia é bem grossa, e em uma parte do caminho você vai caminhar sobre corais, filtro solar e uma câmera a prova d’água. Tem alguns peixinhos coloridos nadando por ali.

Também é possível caminhar sobre a barreira de corais, que é a segunda maior do mundo, só perde para a Australia, e chegar até o outro lado onde é mar aberto. Muita gente leva sapato fechado (tipo crocs) para isso porque é mais difícil andar de chinelo.

Fizemos umas três paradas, em outro momento paramos em uma parte do mar cheia de ouriços e comemos ali mesmo, mais fresco impossível!

  • Transporte/ Como chegar

Chegar em São Miguel dos Milagres a partir de Maceió é bem fácil. Basta alugar um carro no próprio aeroporto ou contratar um transfer com a própria pousada e que foi a nossa escolha. São 106 km que são feitos em mais ou menos 1,5 horas, pois a estrada final é de terra. Entre Maceió e Porto de Pedras sao 120 km. Eu acho que a melhor opçao é contratar um transfer que te leve e traga do aeroporto. Sai mais barato que alugar um carro e o esquema lá é fica alternando entre a praia, a piscina e o hotel.

Nós contratamos um passeio de jipe por R$80 para quatro pessoas para conhecer o povoado, mas também daria para ir à outras como Japaratinga onde pode-se pegar a balsa e ir até Maragogi, mas essa já está fora da Rota Ecológica. É tudo muito perto e esse percurso todo dá cerca de 30 km.

Não dá trabalho nenhum organizar uma viagem para São Miguel porque a filosofia das pousadas de lá e te tratar com um Rei e por isso fazem tudo para você! O seu único trabalho vai ser escolher em qual Pousada ficar.

Deixe uma resposta