Américas · Chicago · Estados Unidos

Chicago, nossa maior surpresa nos EUA!

Começamos nosso segundo dia em Chicago, veja o roteiro do nosso primeiro dia aqui, às margens do Lago Michigan, em uma região chamada de Museum Campus. Ela fica bem ao lado do Millenium Park que agora se chama Grant Park e abriga vários museus como o Art Institute of Chicago, o The Field Museum (um museu de história natural) e o o The Shedd Aquarium. Para nossos dia em Chicago eu achei que valeu muito a pena comprar o City Pass, tanto para os museus quanto para os Observatórios. Veja aqui.

Buckingham Fountain

Após cruzar a Ponte Du Sable, caminhando pelas margens do Lago Michigan, chegamos no Grant Park, onde está a fonte mais famosa de Chicago: a Buckingham Fountain. A cada hora a fonte realiza um show de águas com duração de 20 minutos, mas somente durante o verao, o que nao era o caso.

O Instituto de Arte de Chicago

A Buckingham Fountain está a um curta caminhada do museu mais famoso de Chicago: The Art Institute of Chicago. Esse museu é lindo e se você tiver que escolher somente um para visitar, é o que eu te recomendaria. Aqui foi onde aprendi a visitar um museu. A historiadora do museu foi com a nossa cara e com um folheto em mao nos deu a dica de que você nao precisa visitar o museu inteiro (a nao ser que você quiera), mas os destaques de cada andar que sempre estao marcados nos folhetos. Dessa forma você adquire cultura mesmo se nao amar visitar museus.

Abaixo a obra de Mrac Chagall, American Windows inspirada pelo desvelo da escultura de Picasso em 1967 no Centro Cívico de Chicago.

O quarto em Arles e um auto retrato de Van Gogh.

E o as obras mais bonitas foram os Crèches do século XVIII que é um tipo de arte religiosa que representa a natividade, os pastores e as tavernas.

O museu é incrível e dá para passar horas por lá.

E para finalizar ele tem uma área exclusiva de casas de boneca (mas nao é qualquer casa de bonecas, essas sao puro luxo e detalhes) e pesos de papel!

The Field Museum

O The Field Museum é um dos mais importantes museus de história natural do mundo. Logo que entramos já demos de cara com o Máximo Tiranosaurio, o maior dinossauro já descoberto. Esse dinossuaro era herbívoro e vivia na Patagônia há mais de 100 milhoes de anos. É o Hall of Dinosaurs que fica conectado, no andar de cima, com o Hall of Evolving Planet.

Os “Halls of Evolvinh Planets” conta a hitória da evoluçao da Terra ao logo dos seus 4,6 milhoes de anos de idade que inclui uma área excelente e interativa sobre os dinossauros.

Em seguida passamos pelo Egito Antigo onde se pode explorar uma tumba de 3 andares chamada Mastaba com mais de 50 múmias!

Há uma área incrível chamada “Hall of Gems” e “Hall of Jades” com pedras preciosas de todo o mundo.

E na saída uma surpresa: começou a nevar!

The Shedd Aquarium

Nossa última parada nessa Ilha de Museus foi no Shedd Aquarium, um dos mais bonitos e completos que já vi. E além da visita normal, tem show com golfinhos, mergulho para alimentar tubaroes, para treinar golfinhos, encontro com baleia beluga, com penguins entre outras. Outro lugar que você passao dia todo facilmente se quiser.

Willis Tower: uma vista caprichada de Chicago

Ao final do dia pegamos a Adams Street até o final e chegamos no prédio mais alto de Chicago: A Sears Tower (que recentemente mudou de nome e passou a se chamar Willis Tower). Lá do alto do observatório, a vista que se tem da cidade é maravilhosa quando nao se pega um dia nublado como o que fomos.

Nós compramos o ticket online com antecedência para pular fila e que nos dava direito de subir em outro dia que nao estivesse nublado, mas como era nosso último dia na cidade, fomos com nuvens mesmo. Nao é a mesma coisa, mas pelo menos o lugar estava quase vazio e pudemos tirar quantas fotos quisemos.

Para comer: A tradicional Deep Dish Pizza – Chicago Style

Aproveitamos nossa última noite na cidade para comer de novo a Deep Dish, a famosa pizza de Chicago, mas dessa vez no restaurante mais recomendado da cidade: o Giordano’s (223 W Jackson Blvd). Deliciosa!!

Deixe uma resposta